Catarata tem cura: Livre-se desta doença com nossas dicas

imagem ampliada dos olhos azuis de uma idosa

Descubra se catarata tem cura e conheça qual é a melhor maneira de prevenir e tratar essa doença que acomete o cristalino ocular

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 51% dos casos de cegueira no mundo são provocados pela catarata. Uma das justificativas para esse fato é o aumento da expectativa de vida da populaçãoDiante desse cenário, é importante compreender de que forma a doença se desenvolve e descobrir se catarata tem cura.

Continue lendo este artigo para conhecer as principais medidas de tratamento e prevenção.

O que é catarata?

A catarata é uma doença ocular que se desenvolve no cristalino. Basicamente, ela é resultado de um processo de degradação de proteínas, tornando a região opaca e impossibilitando a visão de imagens com nitidez.

Em outras palavras, as proteínas do cristalino se aglomeram e criam pontos opacos, denominado catarata.  Nessa condição, a visão se torna turva ou borrada. A incapacidade visual depende do tamanho, localização e densidade da catarata.

Quais os principais sintomas?

Os sintomas de catarata variam de acordo com o organismo de casa pessoa. Os mais comuns são borramento gradual e indolor e perda da nitidez da visão. Algumas pessoas podem ter sensibilidade à luz, principalmente no período noturno.

A visão de halos em torno de luzes e modificações na percepção de cor também podem ser indicativos de que o paciente esteja com catarata. Vale dizer que, no início, os sintomas são quase imperceptíveis.

Por isso, é fundamental manter a frequência de consultas com o médico oftalmologista e a realização de exames de rotina.  Quanto mais cedo a doença for descoberta, melhores serão as formas de tratamento.

Afinal, catarata tem cura?

Apesar de ser uma doença que assusta por conta do seu nível de complexidade, a catarata tem cura, sim.

A cirurgia continua sendo o principal método de tratamento. Trata-se de um procedimento simples e indolor que consiste na substituição do cristalino por uma lente intraocular artificial.

Esse tipo de abordagem promove melhor qualidade de vida. Depois do processo de cicatrização e da liberação do médico, o paciente pode ter uma rotina normal e retomar suas atividades de trabalho, estudo, lazer e atividade física tranquilamente.

Como já dissemos, o processo é simples, rápido e seguro. A recuperação costuma ser bem tranquila e leva poucos dias. Lembre-se de que é fundamental seguir todas as orientações do oftalmologista e tomar os cuidados necessários.

idosa sentada em um sofá sorri enquanto usa um par de óculos para enxergar seu celular

Confira também: Qual é o preço da cirurgia de catarata?

A catarata pode voltar depois da cirurgia?

A catarata não é uma doença ocular recorrente. Isso quer dizer que ela não volta porque a lente colocada no local do cristalino é artificial e você não corre o risco de ser acometido por problemas nessa região e você não precisa se preocupar.

Mas isso não quer dizer que não seja importante continuar a rotina de consultas e exames. Lembre-se de que catarata tem cura, mas outras doenças, como o glaucoma, não.

Em todos os casos, é fundamental não esperar a progressão dos sintomas. Conte sempre com a orientação de um oftalmologista para definir as medidas mais adequadas para seu caso.

Na Clínica de Oftalmologia Integrada, você encontra profissionais especializados em catarata e todos os recursos de que precisa para prevenir e tratar a doença.

Se você mora no Rio de Janeiro, e gostaria de um orçamento para cirurgia de catarata, entre em contato conosco pelo Whatsapp!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Ricardo Filippo

Ricardo Filippo

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área, clique aqui.
Pessoa tendo o olho examinado com uma lupa de aumento

Trauma Ocular: o que é e como tratar

Muitas pessoas não sabem, mas uma lesão nos olhos, também conhecida como trauma ocular, pode provocar danos permanentes se não for tratada rapidamente.  Os olhos

Comentários