Astigmatismo

Especialistas no diagnóstico de astigmatismo

O corpo clínico de oftalmologistas do COI Oftalmologia é especializado na avaliação, no diagnóstico e no tratamento de Astigmatismo. Contamos com os mais avançados aparelhos para a identificação da doença.

Além da alta tecnologia, também prezamos o bom atendimento, que vai desde a pontualidade até a atenção e cuidado total ao paciente.

O que é e quais as causas do Astigmatismo?

Os astigmatismo consiste na focalização da imagem em diferentes focos e eixos, atingido pontos distintos da retina, ao invés de um único. Pessoas astigmatas possuem visão embaçada tanto para longe quanto para perto.

As causas do astigmatismo decorrem da irregularidade de curvatura dos meridianos principais da córnea (corneano) ou do cristalino (lenticular). Como consequência, temos a formação de imagens em diferentes pontos da retina. Além disso, o astigmatismo pode ser regular ou irregular, baseado nos meridianos principais da córnea.

Tratamento para Astigmatismo

O tratamento consiste na prescrição e lentes corretivas de óculos ou lentes de contato. No caso das lentes de contato, temos as seguintes opções: lentes de contato rígidas gás permeáveis ou lentes gelatinosas tóricas.

Essas duas modalidades citadas anteriormente são consideradas paliativas, uma vez que somente possuem efeito enquanto estiverem sendo utilizados (ao serem retirados os óculos ou as lentes de contato, o astigmatismo não estará mais sendo corrigido).

Falando um pouco de lentes de contato, as duas principais opções para corrigir o astigmatismo são as lentes de contato gelatinosas tóricas ou as lentes de contatos rígidas gás permeáveis (LCRGP).

O tratamento definitivo consiste na cirurgia refrativa a laser através das técnicas de LASIK ou PRK.

A operação refrativa a laser é considerado simples, sem necessidade de internação hospitalar. Essa operação consiste no remodelamento e consequente regularização da curvatura central da córnea através do laser, corrigindo o grau e consequentemente normalizando a visão.

Tanto através das lentes corretivas dos óculos ou lentes de contato, quanto pela cirurgia refrativa a laser, o objetivo é o mesmo: redirecionar a imagem para que seja formada na retina (relembrando que no paciente astigmata a imagem é formada em diferentes pontos da retina, sendo esse o motivo da visão embaçada tanto para longe quanto para perto).

Dúvidas sobre o Astigmatismo

Os sintomas são visão borrada para longe e para perto, dor de cabeça (cefaléia), dor ao redor dos olhos, lacrimejamento e fadiga ocular.

Uma de suas complicações possíveis, caso o mesmo não seja corrigido na infância (até os 8-10 anos de idade) é a ambliopia (olho preguiçoso). Essa condição consiste no não desenvolvimento total da visão.

Outra complicação pode ocorrer quando o paciente possui o hábito de coçar o olho repetidamente e de maneira brusca e forte. Esse hábito geralmente está associado a alergia ocular e pode dessa forma fazer evoluir o astigmatismo para um ceratocone.

Os principais fatores de risco são: História de alguém na família portadores desse erro de refração, hábito de coçar os olhos, ceratocone, miopia, origem asiática, hispânica, nativa-americana ou brasileira e trauma ocular ou cirurgia prévia.

Não, não tem cura mas tem tratamento. O tratamento consiste em óculos com lentes corretivas.

Em alguns casos, até pode ser necessário lentes de contato gelatinosas ou rígidas gás permeáveis, quando o astigmatismo é muito alto ou irregular. Ou seja, nos casos em que não conseguimos corrigir o astigmatismo com os óculos.

Como sabemos, é totalmente contraindicado a cirurgia refrativa a laser em crianças e por essa razão não conseguimos curar o astigmatismo em crianças.

Não. O astigmatismo não melhora com o tempo e nem pode sumir. O astigmatismo ou aumenta com o tempo ou se mantém igual (estabiliza).

É verdade que em raríssimas ocasiões ele pode diminuir um pouco, mas isso é a exceção à regra. O único jeito do astigmatismo melhorar ou sumir é através da operação refrativa a laser.