Exame de Fundoscopia Ocular

Exame de Fundo de Olho: Fundoscopia Ocular

A Fundoscopia Ocular também conhecida por Exame de Fundo de Olho, diagnostica lesões causadas pelo glaucoma, por doenças do nervo óptico e da retina. Durante o exame de fundoscopia ocular, o paciente é colocado em um ambiente com pouca iluminação para que a pupila fique estável e sua vista seja dilatada.

A lente permite ao médico oftalmologista observar as estruturas do fundo do olho através da pupila, tais como nervo óptico, vasos sanguíneos e a região central da retina (mácula).

Orientações ao paciente

O paciente usuário de lentes de contato deve suspender o uso no dia do exame.

– Duração do exame de aproximadamente 20 minutos
– Há necessidade de dilatação
– Há necessidade de vir acompanhado

O que é o exame de fundo de olho?

– O exame de fundo de olho, também conhecido como fundoscopia, é o exame das estruturas localizadas na parte posterior dos olhos, tais como: retina (incluindo sua região principal, chamada mácula), nervo óptico, vasos sanguíneos (artérias e veias).

Para que serve o exame de fundo de olho?

– Exame do fundo de olho serve para diagnosticar diversas condições oftalmológicas, tais como: glaucoma, tumores de retina, descolamento de retina, degeneração macular, dentre outros.

Além disso, a fundoscopia ocular é capaz também de identificar doenças sistêmicas, como: diabetes, hipertensão arterial, toxoplasmose, lúpus, sífilis, citomegalovírus, dentre as principais.
Portanto, trata-se de um exame de suma importância, capaz de diagnosticar uma gama imensa de doenças oculares e sistêmicas.

Como é realizado exame de fundoscopia ocular?

– Esse exame de fundoscopia ocular é realizado através da dilatação da pupila do paciente, mediante a administração de colírios dilatadores.
É utilizado um aparelho chamado oftalmoscópio, que projeta a luz no fundo do olho do paciente permitindo a visualização das estruturas oftalmológicas do fundo do olho.

Dúvidas sobre fundoscopia ocular

– Existem dois tipos de fundoscopia: a direta e a indireta. 

A oftalmoscopia direta é realizada através de um aparelho simples que amplia a imagem em até 15 vezes, gerando um campo de visão mais restrito.

Já a oftalmoscopia indireta é realizada pelo oftalmologista através de um capacete mais elaborado, gerando uma imagem com menor ampliação porém com um campo de visão mais amplo.

– Esse exame deve ser realizado em todas as faixas etárias, desde crianças até idosos, já que é capaz de diagnosticar desde alterações secundárias a prematuridade e infecções gestacionais em bebês até degenerações retinianas em idosos.

– Diversas doenças podem ser diagnosticadas através do exame fundoscopia ocular, tanto oftalmológicas quanto sistêmicas.

Dentre elas, podemos destacar as seguintes:

– Glaucoma;
– Câncer e tumores oculares;
– Degenerações retinianas;
– Hipertensão intracraniana;
– Hipertensão arterial sistêmica;
– Diabetes;
– Infecções sistêmicas, tais como: herpes, toxoplasmose, sífilis, citomegalovírus, dentre outras.

– O preço do exame de fundo de olho varia muito dependendo do profissional escolhido e da clínica selecionada. No entanto, costuma variar entre 80 reais e 200 reais.