Cirurgia de Catarata

Paciente deitada passando por exame para cirurgia de catarata.

Catarata

O corpo clínico de oftalmologistas do COI Oftalmologia é especializado no diagnóstico, no tratamento e cirurgia de Catarata. Contamos com os mais avançados aparelhos para a identificação da doença.

Além da alta tecnologia, também prezamos o bom atendimento, que vai desde a pontualidade até a atenção e cuidado total ao paciente.

O que é catarata e como curá-la?

A catarata, também chamada de catarata ocular ou catarata nos olhos, é a opacificação (embaçamento) do cristalino. O cristalino consiste na lente natural de nossos olhos. Ao perder a sua transparência natural, a luz encontra maior dificuldade em entrar dentro do olho. E então se inicia a dificuldade de visão de portador de catarata ocular.

A opacidade do cristalino induzida pela catarata pode ser difusa ou localizada. O cristalino começa a ficar inicialmente com uma tonalidade amarelada. Com o avançar da catarata mais embaçado vai se tornando, podendo perder totalmente a sua transparência.

Neste estágio a catarata ocular pode ter um aspecto totalmente branco, avermelhado, ou amarronzado. Sendo assim,  denomina-se então, respectivamente, de catarata branca, rubra ou nigra.

Como é feita a cirurgia de catarata?

A operação de catarata ocular é toda feita com a utilização de um microscópio cirúrgico. Durante o ato operatório, o paciente fica deitado durante todo o tempo, sem nenhum grau de desconforto ou dor.

A técnica mais utilizada da cirurgia de catarata em todo o mundo e que possui um alto grau de eficiência e sucesso comprovado denomina-se facoemulsificação.

Nesta técnica, após o paciente ser anestesiado (por colírios ou por anestesia local) e sedado, todo o cristalino é aspirado através de uma microincisão (em torno de 2,2 milímetros).

O cristalino removido é então substituído por uma lente intraocular em seu lugar, que entra no olho através dessa pequena incisão. É muito importante que seja implantada uma lente de alta qualidade, para que além de segurança, o paciente tenha uma ótima visão.

Nossos tratamentos de Catarata

Aqui no COI Oftalmologia, contamos com uma equipe médica especialista no tratamento de catarata, afinal seu acompanhamento deve ser feito por um profissional especializado. Conheça nossos tratamentos e agende sua consulta!

Dúvidas sobre a Cirurgia de Catarata

O procedimento da operação da catarata em si é bastante rápido e dura por volta de 20 minutos. Porém, o tempo médio que o paciente fica no centro cirúrgico desde a sua entrada até ir embora após ter lanchado é de 1-2 horas.

Não, não há necessidade de internação hospitalar. O paciente vai embora para casa com seu acompanhante logo após a cirurgia de catarata terminar.

Após a cirurgia de catarata é feito um curativo que será removido algumas horas após a operação. Após isso, inicia-se a uma fase de tratamento com colírios no olho operado. Dependendo da situação, pode não haver necessidade de curativo para ocluir o olho.

Nas primeiras doze horas após a cirurgia de catarata pode haver um leve desconforto em torno do olho em cerca de 10% dos olhos operados. É muito raro o paciente sentir dor no olho submetido a cirurgia de catarata nas horas seguintes à operação.

Apesar da recuperação ser bastante confortável, geralmente sem maiores incômodos, deve-se seguir a risca toda a recomendação médica. Com isso, permite-se o retorno breve às atividades habituais do dia-a-dia.

Os riscos da cirurgia de catarata são mínimos (ocorrem em menos de 1%). Mas como em qualquer cirurgia, não são nulos. Pode variar de importância, indo desde um leve edema de córnea (que retarda a recuperação visual, porém não costuma deixar sequelas) ou um aumento transitório da pressão intraocular, até complicações com comprometimento na acuidade visual final, como infecção intraocular (endoftalmite) e descolamento de retina.

Porém, realizando-se uma consulta pré-operatória minuciosa e todos os exames pré-operatórios corretamente, as complicações cirúrgicas tornam-se muito raras de acontecer.

A operação de catarata é uma das cirurgias mais realizadas em todo mundo. E graças ao avanço tecnológico recente, é considerada uma cirurgia extremamente segura.

Não. Esse é um conceito antigo, quando se utilizava a ultrapassada técnica de cirurgia extracapsular. Nessa técnica, esperava-se a catarata amadurecer (endurecer) para retirá-la por inteiro.

Atualmente, com a técnica de facoemulsificação e a consequente fragmentação da catarata em pequenos pedaços, não precisamos e nem devemos esperar a catarata avançar ou amadurecer para operá-la.

O que já é consenso hoje em dia é que quanto antes a catarata for operada, mais rápida e fácil é a cirurgia. Além disso,  melhor é a recuperação do paciente e também melhor é o resultado final obtido do procedimento.