Saúde dos olhos, mitos e verdades que você deve saber

A realização de exames  é essencial para detectar mudanças na visão e manter os cuidados adequados com a saúde ocular

Os cuidados com a saúde dos olhos devem fazer parte de sua rotina. É importante ter hábitos saudáveis e consultar um oftalmologista regularmente, para detectar logo no início qualquer problema que possa aparecer.

Pesquisa realizada pelo Ibope – encomendada pela Alcon – com apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), mostra que 34% da população brasileira adulta nunca foi ao oftalmologista.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 50 milhões de brasileiros convivem com algum tipo de distúrbio de visão. 

Cerca de 75% dos casos de cegueira poderiam ser evitados, com medidas preventivas que favorecem o diagnóstico precoce.

Além de entender a importância de realizar exames de rotina e consultas oftalmológicas, confira alguns cuidados com os olhos que podem ser adotados em casa.

5 mitos e verdades sobre saúde dos olhos

1. Ficar muito tempo no computador afeta a nossa visão.

Verdade! O momento de distanciamento social que passamos faz com que o uso de telas em nossa rotina seja maior do que costumávamos ter antes da pandemia. 

O computador, por exemplo, é uma ferramenta de trabalho para muitas pessoas, porém, passar duas horas ou mais em frente à tela pode ser prejudicial. O uso exacerbado pode ocasionar a chamada “Síndrome Visual do Computador”.

Para evitar os riscos do uso intenso de telas, a cada duas horas procure descansar cinco minutos, fechando os olhos ou focando em objetos à distância, como olhar por uma janela, por exemplo. Cuide da saúde de seus olhos

2. Devo ir ao oftalmologista apenas quando aparecer algum incômodo na visão.

Mito! Visitar o especialista regularmente ajuda a prevenir doenças nos olhos ou tratá-las de maneira adequada. Jovens, crianças e idosos podem desenvolver problemas oculares, mesmo sem predisposição anterior. Síndrome do olho seco e glaucoma, por exemplo, se não forem diagnosticados e tratados de maneira adequada, podem levar à cegueira.

3. Posso usar saliva para lubrificar os olhos.

Mito! A saliva não exerce a função de lubrificar os olhos. Ela é mais ácida do que as lágrimas e pode irritar os olhos. A lágrima contém as substâncias adequadas para hidratar os olhos, assim como a saliva tem a composição certa para a boca. Ainda, passar o dedo no olho pode prejudicar a córnea e levar bactérias para a região, podendo causar conjuntivite. 

4. Emprestar óculos de grau de outra pessoa faz mal.

Verdade! Para fazer óculos, é preciso passar por uma avaliação médica adequada. Só depois disso, o especialista irá receitar o produto que deverá ser usado. Cada pessoa terá recomendações personalizadas. 

Usar óculos de outra pessoa ou comprar modelos prontos em camelôs, podem causar incômodos como dores de cabeça e fadiga, além de não ajudarem a enxergar direito.

5. Colírios podem ser usados sem receita médica.

Mito! Colírios devem ser usados com prescrição médica. O uso incorreto ou indiscriminado, pode causar danos à saúde da visão. Alguns desses medicamentos possuem corticoide, e outras fórmulas atuam especialmente para um tipo de doença.

olho aberto de pessoa com a íris cor de  mel

O que é bom para manter a saúde dos olhos?

Alguns cuidados simples em nosso dia a dia podem fazer a diferença para manter a saúde dos olhos:

Evite passar o dedo nos olhos

O hábito de coçar os olhos com o dedo pode causar prejuízos à visão em longo prazo, como o desenvolvimento do ceratocone ou da conjuntivite. 

Remova a maquiagem antes de dormir

Lembre-se de retirar toda a maquiagem antes de dormir. Ficar com produtos de beleza nos olhos pode provocar irritação e inflamação na região ocular.

Especialistas recomendam a troca dos produtos de maquiagem para os olhos após três meses de uso. Isso porque as bactérias que se acumulam neles podem causar infecções oculares. Verificar a data de validade deles é muito importante também!

Lave os olhos corretamente

Pode parecer simples, mas lavar bem a região dos olhos, incluindo as pálpebras e cílios é essencial para remover impurezas e secreções que possam provocar irritações ou até mesmo uma conjuntivite.

Use óculos de sol

Os óculos de sol foram criados para proteger a visão. Por isso, é muito importante ter atenção hora de escolhê-los para não acabar comprando itens falsificados. Produtos originais com garantia de fábrica, que atestem proteção contra os raios UVA e UVB, impedem os danos causados por esses raios.

Cuidados com as lentes de contato

É importante lavar bem suas mãos sempre que for colocar ou retirar suas lentes de contato. Isso porque elas podem se tornar veículos para a transmissão de infecções e bactérias para os olhos.

As próprias lentes de contato, além do estojo, devem ser higienizadas com produtos indicados pelo oftalmologista. 

Mantenha uma boa alimentação

O que comemos influencia diretamente na saúde de uma forma geral e, inclusive, dos olhos. Refeições bem coloridas, com alimentos naturais, podem contribuir para a manutenção da saúde ocular. 

Invista em alimentos ricos em vitaminas A, E e C, como abóbora, jabuticaba e mamão. Coloque em seu cardápio substâncias como luteína e zeaxantina, presentes no milho, ervilha, rúcula, nectarina, laranja, pêssego, brócolis e couve-flor. Lembre-se também de comer peixes, nozes, sementes de linhaça e de chia, que são ricos em ômega 3.

Evite alguns tipos de alimentos 

Para cuidar da saúde dos olhos devemos evitar alimentos que contenham corantes, conservantes, realçadores de sabor (glutamato monossódico) e àqueles que contêm gordura trans – biscoitos recheados, macarrão instantâneo, margarina, pipoca de micro-ondas, e sorvetes industrializados.

Durma bem

Dormir bem é importante para a hidratação e descanso dos nossos olhos. O ideal é ter entre sete e oito horas de sono, e, evitar problemas como olhos secos ou vermelhidão. 

Como saber se o olho está saudável?

Manter a rotina de consultas periódicas ao oftalmologista é o primeiro passo para manter a saúde dos olhos em dia. Com a orientação do especialista, você poderá realizar exames como verificação de grau, pressão ocular, função dos ductos lacrimais, entre outros.

Esses exames podem ajudar a prevenir problemas graves e auxiliar no tratamento daqueles que são detectados logo no início. Algumas doenças na visão causam incômodos, mas outras se manifestam de maneira silenciosa. 

É importante visitar regularmente o oftalmologista para cuidar da saúde de seus olhos. A COI conta com profissionais capacitados para diagnosticar e tratar as principais doenças na visão, em todas as idades. Agende sua consulta!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Ricardo Filippo

Ricardo Filippo

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área, clique aqui.
Pessoa tendo o olho examinado com uma lupa de aumento

Trauma Ocular: o que é e como tratar

Muitas pessoas não sabem, mas uma lesão nos olhos, também conhecida como trauma ocular, pode provocar danos permanentes se não for tratada rapidamente.  Os olhos

Comentários