Saiba como é feito o teste de Sobrecarga Hídrica

Mulher negra com cabelo curto, de lado, usando óculos de exame de oftalmologista

Durante alguma de suas consultas com o oftalmologista, você já deve ter escutado sobre a pressão dentro do olho, chamada de pressão intraocular. E com certeza deve ter se perguntando sobre o que é isso. A seguir explicaremos melhor sobre o que é e como é feito o teste de sobrecarga hídrica.

Nem todos sabem, mas há pressão dentro do olho, chamada de pressão intraocular. Ao passar por consultas oftalmológicas, exames oftalmológicos são realizados, e essa pressão é medida para ver como está circulando o líquido produzido entre a córnea e a íris, na parte da frente do olho. 

Se esse líquido tiver dificuldade de sair e acumular, a pressão nos olhos aumenta e pode afetar a visão, causando problemas como o Glaucoma, por exemplo. E uma forma de diagnóstico para esse tipo de prolema é o teste de sobrecarga hídrica.

Sendo um exame muito simples, ele é feito para descobrir se há alguma dificuldade na saída desse líquido, e também pode indicar se há alguma alteração na pressão do olho. Para saber como é feito o teste de sobrecarga hídrica e outras informações a respeito continue lendo esse artigo.

O que é o teste de Sobrecarga Hídrica e sua finalidade

Ainda que o nome possa parecer um pouco ameaçador, a realização desse teste é feita de uma maneira bem simples. E em suma, a sua finalidade é medir a pressão intraocular, após a alteração elevada e transitória da pressão intraocular, verificando como o olho volta ao estado comum.

Vale lembrar que esse teste ainda não substitui o tradicional exame de Curva Tensional Diária, mas pode ajudar a entender se a pressão dentro do olho está alta durante o dia, por exemplo. E se isso acontecer, pode ser necessário mudar o tratamento para que o paciente receba o tratamento adequado.

Veja também: Como controlar a pressão intraocular?

Como é feito o exame de teste de sobrecarga hídrica

Aqueles que querem saber como é feito teste de sobrecarga hídrica, ou que estão prestes a realizar tal avaliação, devem saber que será necessário ficar um tempo sem ingerir água antes do exame.

O procedimento não é longo e o exame dura cerca de 1 hora, começando com o oftalmologista medindo sua pressão nos olhos. Depois, ele colocará um colírio anestésico nos olhos, deixando que o medicamento aja por cerca de 10 minutos.

Logo após, o médico pedirá para beber cerca de 1 litro d’água, em 5 minutos, e medirá sua pressão novamente nos próximos 15, 30 e 45 minutos. Isso é feito para ver qual a pressão máxima que os olhos atingem. Depois de um tempo, quando a sua pressão ocular voltar ao normal, ela é medida novamente.

Para que serve o teste de Sobrecarga Hídrica

Geralmente, o Teste de Sobrecarga Hídrica é usado para ajudar no diagnóstico e acompanhamento de pacientes com suspeita de glaucoma. Ele serve para verificar como o olho se recupera de um aumento temporário da pressão dentro dele, que pode ser um sinal da doença. O pico de pressão medido durante o teste pode indicar como o pico de pressão ocorre durante todo o dia, por exemplo.

Apesar de muitos avanços na medicina, o diagnóstico e o controle do glaucoma ainda são difíceis, mesmo para especialistas. Sendo assim, esse teste pode ajudar a tirar dúvidas e entender como a doença está progredindo, o que ajuda no tratamento de casos.

Saiba mais: O que é glaucoma?

Qual a preparação para o teste de Sobrecarga Hídrica

Ao agendar o Teste de Sobrecarga Hídrica, o consultório oftalmológico, onde for agendado, já dará as orientações necessárias para o preparo do procedimento. Porém, há duas recomendações importantes a serem seguidas:

  • ficar sem comer ou beber nada por 2 horas antes do exame
  • não usar lentes de contato no dia marcado para o teste.

Seguindo essas recomendações você estará preparado para realizar o exame, e terá o resultado em mãos quanto antes.

Qual é a pressão normal do olho

Para saber qual a pressão comum do olho, primeiramente é preciso saber que, a pressão intraocular, ou seja, a pressão dentro dos olhos, é medida em uma unidade chamada, milímetros de mercúrio (mmHg).

Normalmente, a pressão nos olhos varia entre 10 e 21 mmHg. Se a pressão ocular ultrapassar os 21 mmHg, pode ser considerada uma hipertensão nos olhos. Para medir a pressão intraocular, é usado um instrumento que se chama tonômetro, podendo ser de contato ou de sopro.

E é importante deixar claro também que, ter a pressão intraocular elevada uma única vez não significa necessariamente um problema. Mas se essa elevação for frequente, pode ser o início de um glaucoma, e é importante fazer um acompanhamento mais regular com o médico.

Leia também: Saiba o que é tonometria de aplanação e como é feita

Qual a importância do teste de Sobrecarga Hídrica na avaliação vascular ocular

Esse teste é importante, pois avalia a circulação sanguínea nos olhos e pode detectar a presença de problemas oculares, como o glaucoma, sinais precoces de hipertensão ocular e outras condições que afetam a circulação dos olhos. Fazer esse exame pode ajudar a prevenir e tratar doenças oculares antes que elas se tornem graves.

Como foi explicado nesse artigo, o Teste de Sobrecarga Hídrica, é uma ferramenta importante para avaliar a pressão intraocular, ao ser expor o olho a uma situação de estresse temporário. Além de ser um exame que ajuda no diagnóstico de problemas oculares.Na Clínica de Oftalmologia Integrada, COI, realizamos o Teste de Sobrecarga Hídrica e muitos outros exames. Acesse o site da COI, agende sua consulta e veja todos os procedimentos que realizamos.

Dr. Ricardo Filippo

Dr. Ricardo Filippo

CRM: 5281096-7 | RQE: 17512. Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Veja informações sobre sua experiência na área.
Mulher sorrindo usando o computador de óculos

O que é a falsa miopia?

A falsa miopia é um problema ocular que afeta de forma temporária a capacidade da pessoa enxergar objetos distantes. Veja quais os sintomas dessa condição

Imagem de um teste de diabetes sendo realizado na mão

Como a diabetes pode afetar a visão?

A diabetes afeta a visão quando o nível de glicose do sangue está alto, provocando alterações oculares que podem causar o desenvolvimento de doenças como

Comentários