Como funciona a Cirurgia para Catarata

Saiba tudo sobre a moderna cirurgia de catarata: facoemulsificação

Saber como é feita a cirurgia de catarata é importante para qualquer pessoa, afinal essa é uma doença ocular que atinge uma grande quantidade de pessoas em todo o mundo. 

A catarata é um problema crônico de saúde e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é responsável por 51% dos casos de cegueira no planeta. A condição costuma estar relacionada ao envelhecimento, mas também pode ocorrer em diversas outras faixas etárias, inclusive recém-nascidos.

Com casos frequentes, não é raro conhecer alguém que esteja sofrendo com a doença e que esteja em busca de tratamento. 

Por isso, saber melhor como é feita a cirurgia de catarata é primordial, pois todos nós estamos sujeitos a um dia fazê-la ou acompanhar alguém de nossa estima no procedimento. 

Além disso, é importante saber que os benefícios do procedimento cirúrgico para o paciente são muitos — aumentando, inclusive, a expectativa de vida, conforme pesquisa realizada com 74 mil pacientes. 

Se você deseja saber mais sobre o assunto, continue a leitura e descubra como é feita a cirurgia de catarata e o que esperar do pós operatório! 

Objetivo da cirurgia de catarata

Para que você consiga entender o que é catarata, é necessário que saiba que existe uma “lente” transparente atrás da pupila, denominada “cristalino”. Ela tem a função de convergir em imagem a luz que entra nos olhos. 

Quando esse cristalino começa ficar opaco, impedindo que a luz passe corretamente, surge a catarata. Basicamente, a nitidez das imagens fica prejudicada e tudo começa ficar esbranquiçado.

Sua opacidade pode ser adquirida de forma congênita (mais rara), por traumas ou uso de medicamentos e por conta da idade da pessoa — comumente em pessoas com mais de 60 anos.

A única maneira de remover a catarata é com cirurgia, indicada pelo oftalmologista quando o embaçamento na visão começa a impedir o paciente de fazer as coisas que quer ou precisa fazer.

Durante a cirurgia de catarata, sua lente natural turva é removida e substituída por uma lente artificial transparente, também conhecida como lente intraocular

O que esperar da cirurgia de catarata

Antes da cirurgia, o oftalmologista vai medir seu olho para determinar o poder de foco adequado para a lente intraocular. Além disso, você será questionado sobre os medicamentos que toma, alguns deles terão de ser pausados para a cirurgia.

Alguns médicos recomendam o uso de colírio antes da cirurgia. Esses medicamentos ajudam a prevenir infecções e reduzem o inchaço durante e após o procedimento.

momento pré cirúrgico refrativo para miopia e astigmatismo

O dia da cirurgia

Seu oftalmologista pode pedir que você não coma nenhum alimento sólido pelo menos 6 horas antes da cirurgia.

A cirurgia de remoção de catarata pode ser feita em um centro cirúrgico ambulatorial ou em um hospital. 

Seu olho será anestesiado com colírio ou com uma injeção. Você também pode receber um medicamento para ajudá-lo a relaxar.

Você estará acordado durante a cirurgia. Você pode ver luzes e movimentos durante o procedimento, mas não verá o que o médico está fazendo com seu olho.

Depois da cirurgia você descansará em uma área de recuperação por cerca de 15 a 30 minutos. Então estará pronto para ir para casa.

Como a cirurgia de catarata funciona?

A cirurgia de catarata é relativamente simples e consiste na utilização de uma sonda de ultrassom e de uma técnica chamada de facoemulsificação.

Primeiro, é feita uma pequena incisão no globo ocular para introdução de uma cânula, um tubinho que vai permitir que o equipamento moderno chegue ao cristalino para agir. 

A sonda de ultrassom faz micro rupturas que rompem a catarata e através da facoemulsificação são removidos os pedaços do cristalino com catarata.

retirada da catarata por técnica avançada e moderna
Remoção da Catarata

Na sequência, é implantada uma lente intraocular através do corte, feita de forma exclusiva para cada pessoa. Elas podem conter graus mono ou multifocais, fazendo agora o papel de um perfeito cristalino. 

momento do implante de lente na cirurgia de catarata
Implante da lente intraocular

Por isso, é muito importante darmos a devida atenção ao tipo de lente intraocular que iremos utilizar, uma vez que a mesma é colocada definitivamente para o resto da vida do paciente.

Depois disso é feito um curativo com gaze, tampão de acrílico ou óculos escuros, a depender da técnica e da preferência do médico e do paciente.

O tempo de duração da cirurgia pode variar de acordo com o paciente, a extensão do problema e a técnica do cirurgião, bem como o surgimento de intercorrências. Mas é um processo que não costuma ter grandes complicações e dura, em média, 20 minutos.

E quanto custa uma cirurgia de catarata?

Quanto o assunto é como é feita a cirurgia de catarata, é comum que as pessoas tenham dúvida sobre qual é a média de valores do procedimento cirúrgico. 

A realidade é que o preço de cirurgia de catarata vai depender muito de alguns fatores, como: médico que fará a cirurgia, procedimento utilizado, hospital, grau de dificuldade do procedimento e assim por diante. 

No entanto, no Rio de Janeiro, por exemplo, o preço da cirurgia de catarata costuma variar entre R$3.500 e R$14.000, cada olho. 

Cirurgia de catarata e pós-operatório

Em comparação com outras cirurgias oculares, o tempo de recuperação da cirurgia de catarata é relativamente rápido. Embora cada pessoa se cure de maneira diferente, muitos pacientes relatam uma visão drasticamente melhor nas primeiras 24 horas do procedimento. 

Planeje tirar um a três dias de folga do trabalho para ter tempo suficiente para descansar, mas é normal retomar a maioria das atividades normais dentro de alguns dias.

Diversões simples, como ler, assistir TV, escrever e caminhar, podem ser retomadas assim que você se sentir bem após a cirurgia ocular.

Ainda assim, o processo de cicatrização precisa seguir seu curso e a visão pode flutuar levemente nas primeiras semanas antes de se estabilizar totalmente.

Seu olho deve estar estruturalmente curado da cirurgia em aproximadamente um mês, mas é melhor permitir que seu médico determine quando a recuperação está completa.

À medida que você se recupera, há algumas coisas a serem consideradas nas primeiras duas semanas após a cirurgia que ajudarão no seu tempo de recuperação:

  • Não dirija antes do primeiro dia após a cirurgia;
  • Não realize atividades pesadas ou extenuantes;
  • Para ajudar a prevenir infecções, não nade nem use uma banheira de hidromassagem;
  • Faça o seu melhor para não esfregar o(s) olho(s) após a cirurgia;
  • Não use maquiagem nos olhos e considere evitar cremes ou loções para o rosto;
  • Para evitar irritação dos olhos, evite ambientes com níveis mais altos de poeira, vento, pólen e sujeira;
  • Use óculos escuros em dias claros. Isso pode precisar continuar por até um ano após a cirurgia de catarata.
  • Você pode ter que usar colírio após a cirurgia. Certifique-se de seguir as instruções do seu médico para usar essas gotas;
  • Evite colocar água ou sabão diretamente nos olhos;
  • Você pode precisar usar um escudo protetor para os olhos quando dormir.

Durante a recuperação nos dias seguintes à cirurgia, é normal sentir um leve inchaço ou inflamação da córnea que pode resultar em visão turva, ondulada ou distorcida. 

Tratamento com colírios para a catarata: já existe?

É comum ficar com a visão embaçada depois da cirurgia de catarata?

Sua visão pode ficar turva ou embaçada semanas, meses ou anos após a cirurgia de catarata. Isso não é incomum. Seu médico pode chamar isso de opacificação capsular posterior. Também é chamado de “catarata secundária” ou “tecido cicatricial”. 

Não é como uma cicatriz que temos na pele. Mas como isso acontece depois que o olho está curado da cirurgia de catarata, algumas pessoas pensam nisso como uma cicatriz. Isso acontece quando uma membrana chamada cápsula posterior fica turva. 

Para ajudar a entender, pense na cápsula posterior como uma bolsa transparente, pois ela mantém sua lente intraocular no lugar. 

Se você notar a visão turva novamente, pode ser necessário fazer um procedimento a laser. O laser cria uma abertura na cápsula turva e é chamado de capsulotomia posterior (ou capsulotomia a laser YAG) e ajuda a restaurar a visão clara ao paciente.

Esses são efeitos colaterais de cirurgia de catarata, mas também existem alguns riscos.

Existem riscos ao realizar a cirurgia?

Embora seja segura, como todo procedimento operatório, a cirurgia de catarata também envolve alguns riscos. 

Entre os mais comuns estão:

Mas isso é extremamente raro e o procedimento tem altas taxas de sucesso. 

Além disso, a cirurgia de catarata não restaurará a visão perdida por outras condições oculares, como degeneração macular, glaucoma e retinopatia diabética.

Seu oftalmologista conversará com você sobre os riscos e benefícios da cirurgia de catarata.

Quais são os benefícios da cirurgia de catarata

As lentes intraoculares darão uma maior qualidade de vida para o portador da catarata. Suas atividades rotineiras serão desenvolvidas sem dificuldade e sem auxílio de outra pessoa. E a dependência de uma correção óptica será menor.

Além disso, uma pesquisa publicada na revista JAMA Ophthalmology — uma das principais da área de oftalmologia em todo mundo — ressalta que a cirurgia de catarata pode aumentar a longevidade em cerca de 5 anos.

Ainda de acordo com a pesquisa, pacientes que passaram pela cirurgia de catarata apresentaram menor mortalidade ligada a doenças vasculares, neurológicas, pulmonares, infecciosas e câncer! Sem contar que o fato de o paciente enxergar melhor reduz o risco de queda, frequente na terceira idade.

cirurgia de catarata

Mitos sobre a cirurgia de catarata

Assim como qualquer outro tipo de procedimento cirúrgico, a cirurgia de catarata também é repleta de mitos e verdades. Confira a seguir quais são alguns deles: 

1. É preciso esperar a catarata “amadurecer” para operar – Mito

Não existe um ponto ideal para operar a catarata. Mas o fato é que somente o oftalmologista pode definir o momento perfeito para a intervenção cirúrgica — e lembre-se de que você precisa ir ao oftalmologista sempre que surgir qualquer problema na visão!

Em linhas gerais, a técnica é indicada quando o mal já está afetando as atividades diárias e cotidianas do indivíduo, comprometendo a sua qualidade de vida. 

Contudo, a avaliação precoce de uma especialista pode ser fundamental, visto que cataratas mais avançadas são mais difíceis e arriscadas de remover e têm uma chance maior de complicações. 

2. É possível postergar a cirurgia de catarata com a ajuda de colírios – Mito

Essa é uma das grandes lendas a respeito da cirurgia de catarata. Somente a operação pode resolver o problema de maneira eficaz e comprovada. 

Infelizmente, não existe tratamento clínico que possa curar ou retardar o aparecimento do problema. Os colírios que foram comercializados com esse propósito há algum tempo já foram retirados do mercado, pois não tiveram sua eficácia comprovada.

No entanto, no ano de 2015 surgiram alguns estudos nesse sentido com a promessa futura de um colírio possivelmente curar a catarata. 

Porém, isso ainda está em análise e estudo, e o que temos de concreto até o dia de hoje é apenas a cirurgia de catarata como o único tratamento eficaz e seguro.

3. Cirurgia de catarata a laser é a única opção disponível – Meio mito

Esse foi um dos mitos mais comuns sobre a cirurgia de catarata no passado, pois até poucos anos atrás, isso não era possível. 

No entanto, hoje em dia isso já pode ocorrer, uma vez que já está disponível a cirurgia de catarata através do aparelho de laser de femto onde parte da cirurgia é feita através da aplicação de laser.

Portanto, isso é um meio mito, pois a cirurgia da catarata ainda não é possível  ser feita inteiramente apenas através do laser (é necessário ainda utilizarmos a eficiente técnica da facoemulsificação). 

Além disso, o que temos consolidado e comprovado através de décadas como uma técnica extremamente eficaz e de sucesso é a técnica de facoemulsificação, comprovada e aprovada em todos os países de primeiro mundo.

Portanto, se você ou alguém que você conhece está com dúvidas se é perigoso uma cirurgia de catarata, saiba que ela possui alguns riscos, mas é segura desde que seja feita por um profissional confiável. 

A COI é uma clínica que conta com especialistas em cirurgia de catarata. Se você quiser saber mais sobre catarata e tirar suas dúvidas, agende uma consulta com um de nossos especialistas em nossa Clínica Oftalmológica no Rio de Janeiro!

Fonte de pesquisa: American Academy of Ophthalmology – Cataract Surgery: Risks, Recovery, Costs

Saiba mais sobre a Catarata

Perguntas Frequentes sobre Catarata

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Ricardo Filippo

Ricardo Filippo

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área, clique aqui.

Comentários