O que é o Exame de Campimetria e quando é indicado fazer

Imagem de um exame visual feito com um aparelho tecnológico

O exame de campimetria visual é simples, rápido, relativamente barato e pode ser responsável pela detecção de uma variedade de alterações na visão, como o glaucoma.

Também chamada de exame de campo visual, o exame de campimetria (ou ainda campimetria ocular ou campimetria visual) auxilia na detecção de alterações e problemas nos olhos relacionados aos estímulos visuais que estão ao redor do principal foco.

Muitas doenças nos olhos podem causar alterações no nosso campo de visão. A perda da plena capacidade de enxergar pode ser tanto mais centralizada quanto mais periférica, mas igualmente prejudicial à qualidade de vida de qualquer um.

Uma visão perfeita tem a capacidade de enxergar em um ângulo de 60º em direção ao nariz, 100º em direção a um dos ouvidos, 60º acima dos olhos e 75º abaixo dos olhos. A redução dessa capacidade pode ser prejudicial à noção espacial e à movimentação.

Essa condição pode interferir em habilidades que usamos em nosso dia a dia, como ler, dirigir ou até mesmo durante um esforço simples ao acompanhar um quadro ou um gráfico no trabalho.

Uma série de patologias pode deixar a visão espacial alterada, e a maneira mais comum de detectar problemas no campo de visão é a campimetria. É o segundo exame mais usado para avaliar a função visual.

O que é o exame de campimetria

Esse procedimento avalia as condições da visão periférica do paciente e é indicado para o diagnóstico principalmente de pessoas com glaucoma. Entretanto, pode ser realizado também para investigar dores, alterações e problemas na retina.

Alterações no nosso campo de visão podem ser provocadas por uma variedade de fatores. Portanto, é necessário incluir esse exame na nossa rotina, uma vez que ele é um procedimento considerado bastante simples.

Reunimos neste texto mais informações a respeito do exame de campimetria visual, para quais situações ele é indicado, os tipos de exame existentes e como é realizado. Confira!

Tipos de exame de campimetria

A campimetria computadorizada (ou perimetria computadorizada) é realizada utilizando computadores e geralmente oferece um diagnóstico mais preciso. Ela pode ser feita em apenas um dos olhos (monocular) ou em ambos os olhos (binocular).

Existem duas variações de campimetria similares à computadorizada: a cinética, em que a fonte luminosa do equipamento fica em movimento; e a estática, na qual a fonte luminosa permanece parada.

Já na campimetria manual um profissional dá comandos ao paciente, que mantém o foco em um só ponto. É recomendado em casos nos quais a pessoa a ser examinada tenha dificuldades em realizar o procedimento no computador.

Há ainda o exame de campimetria por confrontação, na qual o paciente olha diretamente para um objeto com um de seus olhos cobertos, enquanto o profissional mostra números com os dedos em setores diferentes de seu campo de visão.

Para quem é indicado o procedimento

A campimetria permite o estudo de variadas doenças oculares, como glaucoma, coroidite (inflamação da coróide), alterações na retina, problemas no nervo óptico, problemas neurológicos, enxaquecas e até intoxicação medicamentosa.

Sua principal indicação, no entanto, é o diagnóstico e o acompanhamento do tratamento do glaucoma, que é uma doença que se caracteriza pelo aumento da pressão intraocular, o que pode afetar o campo de visão.

Manchas na visão podem ser sinais ainda de retinopatia diabética, retinite pigmentar, edema macular, tumores, entre outras doenças.

Como é feito o exame

Quando o oftalmologista mede a visão de longe e de perto, ele está observando a percepção visual central. A campimetria, por sua vez, avalia também com alta precisão falhas no campo visual periférico do paciente, detectando os chamados escotomas.

Trata-se de um procedimento rápido e indolor, no qual o paciente senta-se com o rosto apoiado no aparelho chamado campímetro. O medidor emite pontos de luz em diferentes lugares do campo de visão, em diferentes intensidades.

Uma luz fica ligada no fundo do aparelho e o paciente deve manter o foco nela e apertar um botão na medida em que identifique novos pontos de luz que surjam. O procedimento dura aproximadamente 30 minutos.

Cuidados necessários antes do exame

Pacientes em tratamento de glaucoma precisam pedir autorização do médico para consultar a possibilidade de suspender o uso da medicação Pilocarpina três dias antes do exame de campimetria.

Leia também: Como Lavar os Olhos: Dicas para Manter seus Olhos Saudáveis

Não é necessário retirar lentes de contato durante o processo; é possível fazer a campimetria usando-as sem maiores problemas. Lembre-se, porém, de levar a receita das lentes ou dos óculos mais recentes à consulta.

Cuidar da saúde dos olhos é imprescindível para ter qualidade de vida e envelhecer bem, mas são tantos os pontos nos quais precisamos estar atentos que muitas vezes fica difícil saber o que precisamos verificar primeiro.

Agora que você já sabe como é feito o exame de campimetria, está na hora de averiguar se sua saúde ocular está em dia!

A campimetria computadorizada e muitos outros procedimentos oftalmológicos estão disponíveis na COI Oftalmologia. É possível agendar o seu exame tanto pelo WhatsApp quanto direto pelo site e receber orçamentos por e-mail.

A clínica possui equipamentos de alta tecnologia, instalações modernas, centro cirúrgico próprio e conta com um grupo de profissionais especializados em avaliar, diagnosticar e tratar as mais diversas alterações oftalmológicas.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Ricardo Filippo

Ricardo Filippo

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área, clique aqui.
paciente realizando exame de vista - capa do conteúdo de retinopexia pneumática

O que é a Retinopexia Pneumática?

A cirurgia baseia-se em uma técnica minimamente invasiva, de rápida recuperação, e é uma alternativa comum para o tratamento do descolamento de retina regmatogênico. A

Comentários