Escavação do nervo óptico: tudo sobre esta condição

Fazer exames preventivos com profissionais qualificados é a melhor maneira de detectar alterações prejudiciais à visão

Quando o assunto é saúde, todo cuidado é fundamental para evitar doenças e manter o corpo funcionando da melhor forma possível. Por isso, cada parte merece atenção, incluindo os olhos. Mas você sabe quais cuidados devem ser tomados para manter a visão saudável?

Consultar um especialista regularmente vai te ajudar a identificar precocemente modificações como as presentes na escavação do nervo óptico. Para saber o que isso significa, veja as informações a seguir.

imagem ampliada de olho de mulher com íris castanho escuro

O que é escavação do nervo óptico?

Nosso olho é formado por várias partes e uma delas é o nervo óptico. Esse nervo é um conjunto fibroso atrás do globo ocular que tem a responsabilidade de conectar as informações recebidas pela retina para o cérebro, fundamental para que possamos enxergar.

A escavação do nervo óptico é uma área circular e sem fibras dentro do olho. Perdemos as fibras do nervo óptico com a idade, logo é natural ter um aumento na escavação. Dependendo de como esse aumento acontece e qual a sua proporção, isso pode ser prejudicial e causar problemas na visão.

Para saber qual a escavação normal de um olho é necessário fazer uma consulta com um médico oftalmologista competente, que vai avaliar a necessidade de um exame específico. Dessa forma ele também poderá solicitar qual o tipo de análise mais indicada para cada caso.

Quais exames detectam a escavação?

Para garantir que nossos olhos estejam sempre saudáveis, além de cuidados que devemos ter diariamente, é preciso fazer consultas regulares com o oftalmologista, mesmo se você não faz uso de óculos ou lentes de contato. Esses exames vão avaliar diferentes aspectos dos olhos

Ao analisar o fundo do olho, será possível perceber se o nervo óptico está em condições ideais e se a escavação também está normal. Mesmo quando a pessoa está saudável, sem alguma doença ocular detectada, precisa fazer essa análise pois só o médico poderá identificar alterações.

Após avaliação de um oftalmologista competente, alguns exames podem ser solicitados para avaliar o nervo óptico e a escavação. Esses exames são simples e precisos e podem identificar problemas logo no início para que possa ser feito o tratamento adequado. Eles podem ser:

 Tomografia de coerência óptica (OCT):

A tomografia de coerência óptica ou OCT (do termo em inglês Optical Coherence Tomography) é um exame de imagem em três dimensões de alta qualidade. É realizado para verificar várias estruturas oculares, incluindo o nervo óptico e sua escavação. 

Após uma consulta de rotina, pode ser requerido esse exame complementar para sanar dúvidas. Esse exame é feito dilatando a pupila com um colírio especial para capturar as imagens. Outras doenças podem ser identificadas através desse procedimento como alterações causadas pela diabetes.

Retinografia simples:

A retinografia simples também é um exame por imagem que consiste em tirar fotografias de alta resolução da retina com um aparelho especializado chamado retinógrafo. Com isso é possível identificar lesões na retina, no fundo do olho e no nervo óptico.

É indicada quando o paciente tem miopia, hipertensão ou diabetes, pois ele pode detectar doenças decorrentes dessas condições prévias. Dessa forma é possível identificar problemas e, caso o oftalmologista considere necessário, outros exames podem ser feitos para obter mais informações. 

escultura mostrando a estrutura do globo ocular

Existe relação entre escavação do nervo óptico e glaucoma?

O aumento na escavação do nervo, como já mencionamos, pode indicar que algo está errado com o olho, mas também é um processo que ocorre naturalmente com o passar dos anos, devido a diminuição no número de fibras no nervo óptico. Mas quando isso pode significar perigo?

É por isso que apenas um profissional qualificado pode, através de exames específicos, avaliar se o tamanho da escavação está adequado. Quando ela está maior do que o ideal, é possível identificar pelos exames se há alguma doença e, se for necessário, fazer outros testes para entender melhor o problema.

Quando a escavação do nervo óptico está grande, é frequente suspeitar de um glaucoma. O glaucoma é uma doença provocada pelo aumento da pressão no olho e que causa lesões no nervo óptico e que pode levar à perda definitiva da visão.

Mesmo que o aumento da escavação seja mais frequente em pacientes com glaucoma, isso não garante que toda escavação grande indique essa doença. Existem outras patologias que podem estar relacionadas com essa alteração, que só podem ser diagnosticadas por um profissional. 

Também é preciso lembrar que algumas pessoas têm escavações maiores, sem que isso altere a quantidade de fibras do nervo ocular ou comprometa suas funções. Para afastar as suspeitas, isso só pode ser verificado como normal ou não pelos exames que já mencionamos.

Para cada diagnóstico, o médico vai avaliar quais os tratamentos mais adequados a fim de melhorar a saúde do paciente. Por isso é fundamental detectar a alteração o quanto antes e assim amenizar os efeitos causados pela disfunção.

Cuide bem da sua visão. Com a equipe de especialistas da Clínica de Oftalmologia Integrada, você está em boas mãos para continuar enxergando o lado bom da vida. Agende hoje mesmo uma consulta!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Ricardo Filippo

Ricardo Filippo

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área, clique aqui.
Pessoa tendo o olho examinado com uma lupa de aumento

Trauma Ocular: o que é e como tratar

Muitas pessoas não sabem, mas uma lesão nos olhos, também conhecida como trauma ocular, pode provocar danos permanentes se não for tratada rapidamente.  Os olhos

Comentários