Visão embaçada, turva ou desfocada: entenda o que pode causar e quando buscar um oftalmologista para o tratamento

Umapessoa segurando um óculos com grau na frente de umas letras

A visão embaçada é caracterizada pela perda de nitidez e pode ser causada por diversas condições oculares. Conheça as principais causas e tratamentos para esse problema.

A falta de nitidez ocular, também conhecida como visão embaçada, turva ou desfocada, dificulta o foco e a qualidade visual. Como resultado, ela pode comprometer a realização de várias atividades diárias, como ler, escrever, dirigir e até caminhar.

O que muita gente não sabe é que esse problema é um sintoma que pode estar associado a diversas condições oculares, como hipermetropia, miopia e até catarata.

Neste artigo, explicaremos quais são essas condições, seus sintomas, como tratar e o que fazer para evitar a visão desfocada.

O que é a visão embaçada?

A visão embaçada é um termo utilizado para descrever a perda de nitidez, foco e clareza na visão. Esse comprometimento da visão não é uma doença, mas um sintoma de algum problema que está afetando o bom funcionamento do globo ocular.

Por conta disso, a pessoa passa a enxergar imagens turvas, fora de foco ou difíceis de serem percebidas com detalhes. 

Essa falta de nitidez pode ocorrer em apenas um olho ou nos dois ao mesmo tempo, podendo afetar todo o campo da visão ou apenas parte dela, como a visão central ou periférica. Mesmo nesses casos, a capacidade de enxergar pode ser comprometida. 

Normalmente, o problema de visão turva se desenvolve de forma gradual, ou seja, piora lentamente com o tempo. No entanto, dependendo da causa dessa condição, é possível que a pessoa perca a capacidade de enxergar com nitidez de forma repentina. 

Quais as principais causas da visão embaçada?

A visão turva pode ser causada por diferentes condições oculares. Confira abaixo as principais delas e quais são suas características.

Erros de refração

Os erros de refração são as causas mais comuns da visão embaçada. Esses erros se caracterizam pelo deslocamento do foco de luz que deveriam convergir de maneira nítida na retina. 

Como resultado, eles afetam a capacidade dos olhos de focar a luz corretamente na retina, causando uma visão turva ou distorcida.

Os erros mais comuns de refração são a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo. A miopia é caracterizada pela dificuldade para ver o que está longe. Já a hipermetropia e o astigmatismo, se referem a dificuldade para focar no que está perto e longe. 

Catarata

A catarata é uma doença caracterizada pela opacidade do cristalino, que é a lente natural do olho. Essa opacidade é resultado da perda de transparência do cristalino, problema que pode ser causado por diferentes fatores, como envelhecimento, traumas e doenças congênitas.

Um dos sintomas associados à catarata é justamente a visão turva ou embaçada, bem como a diminuição na acuidade visual, sensibilidade à luz, dificuldade para enxergar, entre outros sinais.

Glaucoma

O glaucoma é uma doença ocular causada por lesões irreversíveis no nervo óptico, órgão responsável por transmitir as informações e sensações da visão ao cérebro. 

Essas lesões causam a perda progressiva de campo visual, podendo levar ao desenvolvimento de sintomas como visão turva, manchas no campo visual, perda de visão lateral, entre outros sinais.

Essa doença não tem cura, mas é possível diminuir o seu avanço com o tratamento adequado. Caso contrário, o glaucoma pode levar à cegueira completa.

Enxaqueca 

A enxaqueca é uma doença que causa uma dor de cabeça latejante em um ou nos dois lados da cabeça. Esse problema pode ser desencadeado por diversos fatores, como insônia, fome, estresse, ansiedade, alterações hormonais e até por questões genéticas, entre outras causas.

Além de uma forte dor de cabeça, a enxaqueca pode ser acompanhada por outros sintomas, como visão turva, moscas volantes, sensibilidade à luz e fonofobia (incômodo com sons).

Retinopatia diabética

A retinopatia diabética é uma doença que danifica os pequenos vasos sanguíneos que alimentam a retina. Essa lesão pode ser causada pelo diabetes, doença que afeta os níveis de açúcar no sangue. 

Caso a glicemia dessa pessoa diabética fique descontrolada, ela os vasos sanguíneos da sua retina podem ser lesionados. 

Isso pode causar o desenvolvimento de sintomas como visão turva, perda gradual da visão, moscas volantes, pontos cegos, entre outros sinais.

Alterações de pressão arterial

Alterações nos níveis de pressão arterial também podem causar o embaçamento da visão. Pessoas que sofrem com hipertensão ou apresentam picos de pressão alta podem apresentar visão turva, zumbido no ouvido, dores no peito, dor de cabeça, entre outros sintomas. 

Esses sintomas também podem estar relacionados até mesmo ao início de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Pessoas com tendência à pressão baixa também podem sentir a visão embaçada durante crises de queda de pressão. Normalmente, esse sintoma pode estar associado a tontura, fraqueza e até desmaios.

Degeneração macular relacionada à idade

A Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é uma doença relacionada ao processo natural de envelhecimento, sendo mais frequente em pessoas acima dos 60 anos.

Essa doença é causada por lesões oculares que afetam a mácula, região central da retina responsável por transmitir uma visão nítida e detalhada. As lesões nessa região da retina provocam o embaçamento e a perda gradual da visão central.

Outras causas

Além das causas anteriores, a visão turva pode estar associada a outras condições ambientais específicas, falta de cuidado com a saúde ocular e doenças crônicas mais raras. 

Confira abaixo outros problemas que podem causar esse sintoma:

  • Olho seco;
  • Cansaço visual;
  • Dormir com lentes de contato ou não higienizá-las corretamente antes do uso;
  • Doenças do sistema imunológico que afetam outras partes do corpo, como psoríase, e artrite reumatoide.
  • Infecções como a herpes;
  • Doenças hereditárias que afetam o nervo óptico, como atrofia óptica dominante, por exemplo;
  • Cicatrizes da córnea por conta de deficiência de vitamina A.

Quais os sintomas da visão embaçada?

A visão embaçada é um sintoma de algum problema que está afetando a capacidade visual da pessoa. Dependendo da sua causa, esse sintoma pode ser acompanhado de outros sinais.

Confira abaixo alguns dos sintomas comuns associados à visão embaçada:

  • Dor nos olhos;
  • Enxergar halos ao redor das luzes;
  • Visualizar manchas ou flashes de luz;
  • Dificuldade para falar ou realizar alguns movimentos;
  • Dor de cabeça;
  • Dificuldade para focar objetos;
  • Sensibilidade à luz;
  • Náusea e tontura.

Quando buscar ajuda médica?

Qualquer alteração na visão é motivo para buscar a ajuda de um oftalmologista. Isso também vale para a visão embaçada, sintoma que pode estar associado a diversas condições de saúde. 

No entanto, existem sinais de alerta que tornam ainda mais urgente a necessidade de buscar ajuda médica. 

Pessoas que percebem uma mudança repentina ou perda súbita de visão, apresentam sintomas associados a AVC, diabéticos, hipertensos e pacientes com alguma infecção ou doença imune, precisam ser avaliadas pelo médico com urgência. 

Afinal, a visão turva é apenas um sintoma de um problema de saúde que pode ser mais grave. Por esse motivo, ele deve ser investigado e tratado o mais rápido possível. Isso pode ser decisivo para evitar danos irreversíveis à visão. 

Como tratar a visão embaçada?

O tratamento para visão embaçada depende da causa desse sintoma. O tratamento para erros de refração, por exemplo, pode incluir a prescrição de óculos, lentes de contato e até cirurgias refrativas.

Mas se a visão embaçada for causada por catarata, por exemplo, a pessoa precisa fazer uma cirurgia de remoção da catarata. Durante esse procedimento, o oftalmologista retira o cristalino do olho e o substitui por uma lente intraocular.

Isso significa que o tratamento correto para a visão turva depende do diagnóstico correto da causa desse problema. Por isso, é importante consultar o médico oftalmologista assim que os sintomas oculares relacionados à perda de nitidez começarem a aparecer. 

Como manter uma boa saúde ocular?

Os cuidados necessários para prevenir o desenvolvimento de problemas de visão começam muito antes do aparecimento dos primeiros sintomas oculares. 

O ideal é que as pessoas adotem hábitos saudáveis e práticas que protejam a visão ao longo da vida, fatores que influenciam diretamente na sua saúde ocular.

Para isso, a recomendação é investir em cuidados como prática de atividades físicas, manter uma dieta com alimentos bons para os olhos, usar óculos de sol, dormir bem, cuidar da higiene ocular, entre outras medidas.

É importante lembrar que fazer consultas regulares ao oftalmologista também é uma medida preventiva fundamental para evitar problemas oculares. 

Assim, é possível monitorar a saúde ocular e identificar e tratar com antecedência quaisquer sinais de comprometimento da visão, incluindo a visão embaçada. 

Ficou com alguma dúvida ou precisa de um atendimento especializado? Entre em contato com a equipe da Clínica de Oftalmologia Integrada e agende já sua consulta!

Banner com o botão de agende sua consulta
Dr. Ricardo Filippo

Dr. Ricardo Filippo

CRM: 5281096-7 | RQE: 17512. Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Veja informações sobre sua experiência na área.
Mulher sorrindo usando o computador de óculos

O que é a falsa miopia?

A falsa miopia é um problema ocular que afeta de forma temporária a capacidade da pessoa enxergar objetos distantes. Veja quais os sintomas dessa condição

Imagem de um teste de diabetes sendo realizado na mão

Como a diabetes pode afetar a visão?

A diabetes afeta a visão quando o nível de glicose do sangue está alto, provocando alterações oculares que podem causar o desenvolvimento de doenças como

Comentários