Como saber se preciso usar óculos? Entenda os principais sinais e sintomas

Uma pessoa segurando um óculos de grau

Para descobrir “como saber se preciso de óculos”, é necessário identificar se você tem os sinais de problemas de visão que podem ser tratados com lentes corretivas. Saiba mais!

Qualquer sinal de problema de visão pode levar as pessoas a se perguntarem “como saber se preciso usar óculos?”. Esse questionamento ocorre por pelo menos dois motivos. 

Um deles é que existem várias condições oculares que podem ser tratadas com o uso de óculos de grau. Afinal, todo mundo conhece alguém que usa óculos para corrigir algum erro de refração. 

Outro motivo que provoca essa pergunta é que as pessoas perceberam que o número de indivíduos que precisam usar óculos está aumentando. 

Essa percepção foi comprovada por um estudo publicado na revista científica Ophthalmology Journal

Segundo a pesquisa, quase 4,8 bilhões de pessoas, ou seja, cerca de metade da população mundial, terá algum problema de visão até 2050. Por isso, elas serão obrigadas a usar óculos.

Para saber se você faz parte desse grupo, é importante conhecer os sinais que indicam a necessidade de fazer um exame de vista.

Confira abaixo quais são esses sinais e quando procurar o oftalmologista.

10 sinais de problemas de visão que podem indicar a necessidade de usar óculos

A dificuldade para enxergar de perto, de longe ou nas duas situações é o principal sinal de alerta que indica a necessidade de uso de óculos de grau.

Em geral, essa dificuldade se desenvolve lentamente, mas pode ficar mais grave de forma rápida. 

Normalmente, essa dificuldade está associada aos chamados erros de refração, que estão associados a diferentes problemas de visão.

Quem sente dificuldade para fazer atividades para enxergar de perto, como ler ou escrever, pode ter hipermetropia

Já as pessoas que não conseguem enxergar de longe, como ler o que está escrito no letreiro do ônibus ou uma informação que está sendo transmitida na televisão, podem ter miopia

Há ainda situações em que a pessoa pode ter dificuldade para enxergar de perto e de longe. Nesse caso, ela pode ter astigmatismo.

No entanto, essa dificuldade pode estar associada a outros sintomas e problemas oculares. 

Então, como saber se preciso usar óculos? 

Para responder essa pergunta, é importante conhecer os demais sinais que indicam a necessidade de tratamento com óculos de grau.

Conheça abaixo todos os sinais de problemas de visão que podem indicar que está na hora de procurar um oftalmologista.

1. Visão embaçada

A visão embaçada ou turva se refere a dificuldade em enxergar com clareza, tanto de perto quanto de longe. 

Ou seja, a pessoa perde a nitidez das imagens. Isso é um dos sintomas do astigmatismo e pode indicar a necessidade de usar óculos de grau.

2. Apertar os olhos ou franzir a testa

Esses são sinais comuns de uma pessoa com diagnóstico de miopia. Ela aperta os olhos ou franze a testa para conseguir enxergar melhor a legenda de filmes na televisão ou identificar alguém que está longe. 

Isso ocorre porque a pessoa tenta compensar a dificuldade de enxergar semicerrando os olhos. No entanto, essa solução é temporária. 

Assim que ela para de aperta os olhos, ela volta a sentir dificuldade para enxergar a distância novamente.

3. Se aproximar de objetos para enxergar melhor

Ficar muito perto da tela da TV ou chegar o rosto muito próximo de um livro, por exemplo, também pode ser sinal de miopia. 

Afinal, pessoas míopes geralmente têm dificuldade de enxergar longe, mas conseguem enxergar bem de perto. 

Por isso, elas tendem aproximar um objeto do rosto para que ele entre em seu ponto focal e torne a imagem maior e mais nítida.

4. Cansaço ocular

O cansaço ocular se refere a sensação de cansaço nos olhos, especialmente ao realizar tarefas que exigem foco visual prolongado. 

Também conhecido como fadiga ocular e vista cansada, esse sintoma se manifesta quando a pessoa tenta ler por mais tempo ou trabalhar em frente à tela do computador, por exemplo. 

Normalmente, ele compromete o conforto visual e a capacidade de focar objetos. Essa sensação de cansaço precisa ser investigada porque pode ser sinal de diferentes problemas de visão, como miopia, astigmatismo e hipermetropia. 

5. Dificuldade para enxergar à noite

A dificuldade para enxergar à noite ou em ambientes com baixa luminosidade pode ser sinal de uma condição ocular chamada de nictalopia. 

Também conhecido como cegueira noturna, ele está relacionado a distúrbios da retina que reduzem a capacidade visual da pessoa em ambientes escuros. 

A nictalopia não é uma doença, mas um sintoma que pode estar associado a diversas causas, como miopia, retinose pigmentar e até catarata.

6. Visão dupla 

A visão dupla ou diplopia é caracterizada por provocar uma percepção inadequada de imagens, muitas vezes resultando em imagens duplicadas ou distorcidas. 

Isso porque os olhos “enxergam” um objeto, mas o cérebro “processa” essa visão de forma duplicada. 

Para tentar minimizar esse problema de visão dupla, a pessoa tende a inclinar a pessoa para um nível em que a distorção da imagem seja mais controlável.

Mesmo assim, esse sintoma deve ser investigado porque causa desconforto visual e prejudica a qualidade de vida da pessoa. 

Além disso, ele pode estar relacionado a diferentes causas, como astigmatismo, estrabismo, ceratocone e catarata. 

7. Dor nos olhos

A dor nos olhos é caracterizada pelo desconforto ocular, ardência e até sensação de pressão no local. 

Na maioria dos casos, essa dor não está associada a uma doença ocular grave. Às vezes, ela é apenas um sintoma associado ao cansaço e uso constante de dispositivos eletrônicos. 

No entanto, essa dor ocular também pode ser sinal de um problema de visão que exige tratamento, como a hipermetropia. 

8. Tapar o olho

Esse é um sinal de problema de visão comum em crianças. Elas tentam tapar um dos olhos para ver televisão, por exemplo, ou fazer qualquer outra atividade. 

Dessa forma, ela “desliga” o “olho ruim” para não interferir em sua visão. Isso pode ser sinal de visão duplicada causada por estrabismo ou até mesmo catarata. 

Vale lembrar que um problema de visão não corrigido em um dos olhos pode fazer com que a criança desenvolva ambliopia — uma imprecisão de visão sem que haja lesão orgânica perceptível do olho. 

9. Aumento da sensibilidade à luz 

O aumento da sensibilidade à luz ou fotofobia é outro sinal de problema de visão em que as pessoas devem ficar atentas. 

Normalmente, quem tem esse sintoma apresenta dificuldade para fazer qualquer atividade quando exposta à luz solar intensa ou ambientes muito iluminados. 

Essa sensibilidade é comum em pessoas com presbiopia ou astigmatismo. Além disso, quem tem exotropia, um tipo de estrabismo, ocasionalmente aperta um dos olhos quando estão em ambientes muito iluminados. 

Isso também pode ser interpretado como sensibilidade à luz e indicar que está na hora de fazer um exame de vista.

10. Dor de cabeça 

Dores de cabeça frequentes e enxaquecas podem ser sintomas de diversas condições de saúde. 

Quando está relacionado a algum problema de visão, esse sintoma normalmente se manifesta na região da testa. Isso porque a pessoa “força” os olhos para tentar enxergar melhor, acumulando tensão nessa área.  

Geralmente, a dor de cabeça causada por alguma condição ocular é acompanhada por algum dos sinais mencionados anteriormente, mesmo que seja de forma leve. 

Vale lembrar que esse sintoma pode estar relacionado a vários problemas de visão, como miopia, astigmatismo, hipermetropia, entre outros. 

Quando procurar um oftalmologista?

O primeiro passo para responder à pergunta “como saber se preciso de óculos” é conhecer os sinais de problema de visão explicados anteriormente. 

Se você percebeu que tem algum desses sintomas, está na hora de consultar o oftalmologista e fazer exames de vista. 

Somente o médico consegue fazer o diagnóstico correto do seu problema de visão e prescrever o tratamento adequado para melhorar sua capacidade visual. 

Dependendo da causa, esse tratamento pode incluir os óculos de grau, lentes de contato, entre outros procedimentos.

Lembre-se sempre de que a prevenção e a detecção precoce são fundamentais para o tratamento eficaz de qualquer problema ocular. 

Por isso, é fundamental fazer consultas regulares ao oftalmologista. Assim, ele pode acompanhar sua saúde ocular e, se necessário, começar a tratar o quanto antes qualquer condição ocular que atrapalhe sua qualidade de vida.

Ficou com alguma dúvida ou precisa de um atendimento especializado? Entre em contato com a equipe da Clínica de Oftalmologia Integrada e agende já sua consulta!

Banner com o botão de agende sua consulta
Dr. Ricardo Filippo

Dr. Ricardo Filippo

CRM: 5281096-7 | RQE: 17512. Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Veja informações sobre sua experiência na área.
Mulher sorrindo usando o computador de óculos

O que é a falsa miopia?

A falsa miopia é um problema ocular que afeta de forma temporária a capacidade da pessoa enxergar objetos distantes. Veja quais os sintomas dessa condição

Imagem de um teste de diabetes sendo realizado na mão

Como a diabetes pode afetar a visão?

A diabetes afeta a visão quando o nível de glicose do sangue está alto, provocando alterações oculares que podem causar o desenvolvimento de doenças como

Comentários