Miopia: causas, sintomas e tratamentos

cirurgia de miopia ou uso de lentes de contato para miopia

A miopia é um erro de refração. Erros de refração acontecem quando seu olho não focaliza a luz corretamente na retina. Esse foco é chamado de refração, por isso pessoas com miopia não conseguem enxergar objetos ou ler placas de longe.

A miopia é possivelmente o problema visual mais comum que há. Felizmente, nos dias de hoje, a doença já é bem conhecida na medicina, e os tratamentos, assim como a cirurgia refrativa, são eficazes e difundidos. No entanto, apesar do amplo conhecimento por parte dos oftalmologistas, o fato é que poucos pacientes realmente conhecem esse mal a fundo.

Isso ficou ainda mais evidente durante a pandemia, quando muitas pessoas deixaram de ir ao oftalmologista e os casos de miopia aumentaram, tanto entre adultos quanto crianças e adolescentes. Uma pesquisa realizada pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia, que entrevistou 275 oftalmologistas em todo o país, constatou que o uso das telas está acelerando a progressão da miopia entre crianças e adolescentes.

Entre os especialistas que verificaram aumento dos graus de miopia em seus pacientes, 6% apontaram o problema em 75% dos pacientes, 27% relataram a situação em 50% dos pacientes e 67% registraram o quadro em cerca de 25%.

Neste artigo, vamos procurar explicar para você de forma simples e clara o que é a miopia. Você poderá compreender melhor quais são suas causas, seus principais sintomas e quais são as possibilidades de tratamentos.

Boa leitura!

O que é a miopia?

A miopia é uma condição que prejudica a acuidade visual das pessoas. Ela impede que os objetos mais distantes sejam vistos com clareza, embora os mais próximos ainda tenham boa nitidez.

Para que você veja claramente, os raios de luz devem viajar através de sua córnea e lente ocular (cristalino). A córnea e a lente refratam a luz para que ela atinja a retina. A retina transforma a luz em sinais que viajam para o cérebro e se tornam imagens. Com erros de refração, a forma de sua córnea ou lente impede que a luz se dobre adequadamente. Quando a luz não está focada na retina como deveria, sua visão fica embaçada.

O grau da doença é que vai determinar a que distância começa a falta de nitidez, no entanto nos casos mais graves os portadores apenas enxergarão bem os itens que estiverem a poucos centímetros de seus olhos.

Ela pode se desenvolver de forma gradual ou rapidamente, e sua maior piora, em geral, coincide com a fase de crescimento. A miopia possui um forte fator genético, e estima-se que até 40% da população do ocidente seja afetada pela doença.

Assista agora mesmo nosso vídeo esquemático sobre a miopia e fique por dentro:

Tipos de Miopia

Miopia em crianças

A miopia em crianças pode ser herdada. Se um pai tem miopia, seu filho também pode ter. A miopia é frequentemente descoberta em crianças entre 8 e 12 anos de idade. Durante a adolescência, quando o corpo cresce rapidamente, a miopia pode piorar. Entre os 20 e os 40 anos, geralmente há pouca mudança.

Alta miopia e baixa miopia

A miopia leve é ​​chamada de baixa miopia (até -3 graus). A miopia severa é chamada de alta miopia (a partir de -6 graus). A alta miopia geralmente se estabiliza entre as idades de 20 a 30 anos.

Riscos relacionados a miopia

Pessoas com miopia enfrentam um risco maior de ter um descolamento de retina. É quando o tecido que reveste a parte de trás do olho se afasta ou se desprende da parede do olho. É um problema ocular grave que pode causar cegueira. É importante visitar um oftalmologista regularmente para exames para verificar a retina. Peça ao seu oftalmologista para discutir os sinais de alerta de descolamento de retina com você.

Pessoas com alta miopia também podem ter um risco maior de desenvolver glaucoma e catarata.

A pessoa com miopia consegue focar objetos próximos, mas quanto mais longe o objeto mais borrado fica a visão, como nesse campo de margaridas
Pessoas com miopia conseguem focar objetos próximos, mas objetos distantes perdem o foco e a visão fica borrada.

O que causa a Miopia?

A miopia se origina afetando uma de duas estruturas nobres do olho humano: a córnea ou o cristalino. Em um globo ocular com perfeita saúde, esses elementos possuem uma curva lisa, como uma esfera, que permite a passagem de luz e a formação da imagem adequadamente. Quando elas não formam uma curva perfeita, os raios acabam não sendo refratados da maneira que deveriam e a imagem perde o foco.

O principal fator de risco da miopia é a hereditariedade, mas acredita-se que um estresse visual excessivo por estar apenas em ambientes que exijam o uso da visão de perto (como telas de computador e celular), por exemplo, possa estar associado ao surgimento da miopia.

Sintomas da Miopia

Os sintomas, em geral, se apresentam com a visão embaçada quando se tenta focar em objetos distantes, dores de cabeça, dificuldades na leitura de quadros, placas e escritas que não estejam perto e problemas ao dirigir, especialmente à noite.

Diagnóstico de miopia

Seu oftalmologista pode diagnosticar a miopia como parte de um exame oftalmológico abrangente. Ele ou ela usará um teste de visão padrão e pedirá que você leia as letras em um gráfico colocado na outra extremidade da sala.

Seu médico usará certos dispositivos de exame para descobrir o que está causando a miopia.

  • Um retinoscópio lança uma luz especial em seus olhos que reflete em sua retina. A retinoscopia pode mostrar se uma pessoa é míope ou hipermetropia.
  • Um foróptero mede a quantidade de erro de refração que você tem. Também ajuda a determinar a prescrição adequada para corrigir sua visão.

Tratamento para Miopia

O tratamento visa ajudar a focar os raios luminosos no ponto certo da retina. Uma das formas de fazer isso é através do uso de métodos corretivos, como óculos e lentes de contato. No entanto, essas medidas são apenas soluções temporárias.

Para quem se incomoda com o uso de óculos e lentes, há uma solução definitiva: a cirurgia refrativa a laser. Esse tratamento visa remodelar o formato córnea, e embora toda cirurgia apresente seus riscos, o fato é que esse método é extremamente praticado e, portanto, atestadamente seguro, obtendo resultados incríveis para quem o utiliza.

Veja também: Quanto custa cirurgia de miopia em 2022

Agora que já sabe um pouco mais sobre a miopia, suas causas, sintomas e tratamentos, não deixe de consultar seu oftalmologista caso sinta algum dos sintomas relatados acima.  E, se você está próximo à Zona Oeste do Rio de Janeiro, é míope e possui dúvidas sobre se é possível realizar ou não a cirurgia refrativa para correção, agende uma consulta com a COI para um diagnóstico completo.

Fonte de pesquisa: American Academy of Ophthalmology

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Ricardo Filippo

Ricardo Filippo

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Durante sua vida acadêmica, participou de dezenas de congressos e simpósios, no Brasil e no exterior, e ministrou diversas aulas sobre Oftalmologia. Para mais informações sobre sua experiência na área, clique aqui.

Comentários